Scroll Top

HOME

Janeiro Branco: Campanha promove promoção da saúde mental
10/01/2018

 

O mês de Janeiro foi escolhido por transmitir aos indivíduos a sensação de um novo começo

                                     

A campanha tem o propósito de promover a psicoeducação das pessoas e instituições, além de combater o adoecimento emocional dos indivíduos por meio de reflexões, mini palestras, debates, oficinas, caminhadas, corridas e distribuição de balões brancos. Assim como as campanhas Setembro Amarelo (prevenção contra suicídio), Outubro Rosa (prevenção contra câncer de mama) e Novembro Azul (prevenção contra câncer de próstata) por exemplo, o Janeiro Branco ressalta a importância e o cuidado com a saúde mental/psicológica.

O mês foi escolhido porque as pessoas têm a sensação de um novo começo, novos planos e novo estilo de vida. Os criadores da campanha quiseram aproveitar esse clima para que as pessoas comecem o ano pensando também em sua saúde mental.

 

Os 5 objetivos da Campanha Janeiro Branco:

1 – Fazer do mês de Janeiro o marco temporal estratégico para que todas as pessoas e instituições sociais do mundo reflitam, debatam, conheçam, planejem e efetivem ações em prol da Saúde Mental e do combate ao adoecimento emocional dos indivíduos e das próprias instituições;

2 – Chamar a atenção de todo o mundo para os temas da Saúde Mental e da Saúde Emocional nas vidas das pessoas;

3 – Aproveitar a simbologia do início de todo ano para incentivar as pessoas a pensarem a respeito das suas vidas, dos seus relacionamentos e do que andam fazendo para investirem e garantirem Saúde Mental e Saúde Emocional em suas vidas e nas vidas de todos ao seu redor;

4 – Chamar a atenção das mídias e das instituições sociais, públicas e privadas, para a importância da promoção da Saúde Mental e do combate ao adoecimento emocional dos indivíduos;

5 – Contribuir, decisivamente, para a construção, o fortalecimento e a disseminação de uma “cultura da Saúde Mental” que favoreça, estimule e garanta a efetiva elaboração de políticas públicas em benefício da Saúde Mental dos indivíduos e das instituições.

 

Alisson Wanderfillk

 

Imprensa SINDJUFE-BA



 
>>>>>