Scroll Top

HOME

SINDJUFE-BA solicitará direito de resposta a Globo por notícia veiculada em rede nacional no dia 5/12/2017
07/12/2017

 

Diante das inverdades divulgadas pela Rede Globo no programa Jornal Nacional de 5/12, o SINDJUFE-BA, solicitará direito de resposta à empresa. A reportagem que durou cerca de seis minutos apontou os trabalhadores públicos federais como os principais responsáveis pelos problemas econômicos atuais e déficits financeiros do país.

A matéria que teve como base dados do Banco Mundial foi tendenciosa e injuriosa quando divulgou a média salarial dos trabalhadores do Judiciário sem diferenciar servidores e magistrados. E "inventou" um novo cargo, o do “advogado do Judiciário” com salário inicial de R$ 30 mil, dentre outras informações incompletas que ferem a verdade e o princípio do acesso à informação que a empresa deveria respeitar.

O SINDJUFE-BA entende que a população brasileira não pode ser enganada por esta sustentação falaciosa. O equilíbrio econômico do país não está ameaçado por causa do salário destes trabalhadores e nem tampouco da reforma da Previdência que está para ser votada na próxima semana no Congresso Nacional. Segundo atual estudo do economista Washington Lima divulgado em seu blog “Economia & Trabalho”, “em dois anos, entre a LOA - Lei Orçamentária Anual de 2016 e o Projeto da LOA de 2018 estão previstos um aumento dos gastos com a Dívida em R$ 500 Bilhões, impressionantes 37%, enquanto todo resto do orçamento, incluindo os gastos sociais aumentou R$ 81 Bilhões, ou apenas, 5%”.

Os trabalhadores do Poder Judiciário Federal exigem respeito e por conta disso, merecem direito legal de resposta, como Reza a lei.

 

Taiana Laiz

Imprensa SINDJUFE-BA



 
>>>>>>